Wednesday, April 4, 2018

Citações que fazem pensar #1

- Está descansado. Para os homens é muito mais fácil agir do que absterem-se de agir. Iremos continuar a fazer o bem e a fazer o mal... Mas se houvesse de novo um rei que nos governasse a todos e se ele procurasse o conselho de um mago, como nos tempos passados, e fosse eu esse mago, dir-lhe-ia: Meu Senhor, não faças nada por ser correcto ou digno de louvor ou nobre fazê-lo; não faças nada por parecer que é bom fazê-lo; faz apenas o que tiveres de fazer e que não possas fazer de nenhuma outra maneira.


A praia mais longínqua, Ursula K. Le Guin

Thursday, March 22, 2018

:)

Já estou no segundo livro do Ciclo de Terramar, mas só comentarei depois de ler todos os volumes.

Entretanto, uma curiosidade: gostei de ver várias obras do nosso José Saramago numa lista de recomendação da escritora Ursula K. Le Guin. Se quiserem, podem espreitar aqui.


Friday, March 2, 2018

A ler o primeiro volume do Ciclo de Terramar...

... E a gostar muito mais do que estava à espera!

Em rapaz, pensaste que um mago é alguém que pode fazer toda e qualquer coisa. Também eu assim pensei, em tempos. E a verdade é que, à medida que o poder real de um homem aumenta e se alarga o seu conhecimento, tanto mais se vai estreitando o caminho que lhe é possível seguir. Até que, finalmente, ele nada escolhe, mas faz apenas, e na sua totalidade, o que tem de fazer.

Sunday, February 18, 2018

E agora, algo completamente diferente...

Sabiam que a agropecuária é a principal causa do aquecimento global e da destruição dos recursos naturais do planeta?

Duvidam? Então convido-vos a dar uma espreitadela neste documentário. É um escândalo, sinto que tenho sido enganada à bruta.



E esta, ein?

De qualquer forma, não como carne há cerca de 4 meses. Mas disso falarei numa próxima postagem.

Friday, February 2, 2018

O coração de Simon contra o mundo / Becky Albertalli

Sinopse:

Simon Spier tem 16 anos e os únicos momentos em que se sente ele próprio são vividos atrás do computador.

Quando Simon se esquece de desligar a sessão no computador da escola e os seus emails pessoais ficam expostos a um dos colegas, este ameaça revelar os seus segredos diante de toda a escola. 

Simon vê-se, assim, obrigado a enfrentar as suas emoções e a assumir quem verdadeiramente é perante o mundo inteiro.

Opinião:

É um livro algo ternurento, mas não percebo o porquê da média acima das 4 estrelas no goodreads. Talvez seja porque não existem assim tantos livros sobre a homossexualidade dentro do género YA. Lê-se bem, mas não achei nada de extraordinário. O facto de ter lido há pouco tempo o "Guarda-me para sempre", que me marcou imenso pela positiva e envolve igualmente duas pessoas que se correspondem por carta e email sem se conhecerem, provavelmente também não ajudou à festa.

------------------------------------------------------------------------------------------------------

ALBERTALLI, Becky

O coração de Simon contra o mundo / Becky Albertalli. - Porto: Porto Ed., 2017. - 247 p.

Literatura jovem adulto--romance / ficção--homossexualidade

821.111(73)-31

ISBN: 978-972-0-04865-3

COTA: JA 82-3 ALB

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Saturday, January 13, 2018

A tábua de Flandres / Arturo Pérez-Reverte

Sinopse:

No fim do século XV, um velho mestre flamengo introduz num dos seus quadros, sob a forma de uma partida de xadrez, a chave de um segredo que poderia ter mudado a história da Europa. Cinco séculos depois, uma jovem restauradora de obras de arte, um antiquário homossexual e um excêntrico jogador de xadrez conjugam os seus esforços para tentar resolver o enigma. A investigação conduzi-los-á através de uma apaixonante pesquisa na qual os lances do jogo irão abrindo as portas de um mistério que acabará por envolver todos os seus protagonistas. "A Tábua de Flandres" é um apaixonante jogo de armadilhas e inversões - pintura, música, literatura, história, lógica matemática - que Arturo Pérez-Reverte vai encadeando com diabólica destreza.

Opinião:

Fugi à regra das leituras infanto-juvenis porque uma utilizadora habitual da biblioteca onde trabalho disse-me que imaginou a personagem Júlia à minha semelhança.  Hummm... Não sei porque lhe terá ocorrido semelhante ideia, mas pronto, tudo bem!
Sinceramente, não gostei. A escrita do autor tem demasiadas referências culturais/intelectuais que não acrescentam nada à história nem embelezam o texto, o que me levou a ler vários excertos na diagonal. Além disso, as personagens são presunçosas e a motivação do assassino, ridícula! Uma desilusão!

------------------------------------------------------------------------------------------------------

PÉREZ-REVERTE, Arturo, (1951-)

A tábua de Flandres / Arturo Pérez-Reverte. - Lisboa: D. Quixote, 2007. - 307 p. - (Ficção universal)

Literatura espanhola

821.134.2-31

ISBN: 978-972-20-2702-1

COTA: 821.1/.9-3 PER

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Tuesday, January 9, 2018

O Cuquedo e um amor que mete medo / Clara Cunha

Sinopse:

O Cuquedo e um amor que mete medo é uma nova história da dupla Cara Cunha e Paulo Galindro, autores do enorme sucesso O Cuquedo que prometem continuar a causar furor entre a pequenada e voltam com uma sequela divertidíssima acompanhada de magníficas ilustrações.

Opinião:

Porque até o maior dos malandrecos precisa de companhia, aqui temos o Cuquedo à procura de par. As candidatas sucedem-se, porém, falta-lhes o requisito mais apreciado: quem não sabe assustar, não serve para casar!

Os mais pequenos irão com certeza apreciar a adaptação dos versos à moda da "Carochinha" e a sua repetição, bem como as tentativas pouco assustadoras das pretendentes.



------------------------------------------------------------------------------------------------------

CUNHA, Clara, (1971-)

O Cuquedo e um amor que mete medo / um susto contado por Clara Cunha ; pincelado por Paulo Galindro. - Lisboa: Livros Horizonte, 2017. - [36] p. : il.

Literatura infantil

821.134.3-34

ISBN: 978-972-24-1860-7

COTA: 8 CUN

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Hora de deitar, Baltasar! / Yasmeen Ismail

Sinopse:

São horas de ir para a cama, mas o Baltasar não se quer ir deitar.

Sempre fugidio e brincalhão, ele esconde-se na copa das árvores, nas poças de lama e na pia da cozinha. O Baltasar até prefere tomar banho, só para não ter de ir dormir! Mas, com toda esta correria, não é que o Baltasar ficou com sono?

A história do irrequieto Baltasar é perfeita para ler às crianças quando chega a hora de deitar.

Opinião:

A história de um adorável cão que tudo faz para fugir à hora de dormir. 

O meu pequeno de 3 anos amou, chegando mesmo a gargalhar em diferentes momentos (ter-se-á certamente identificado, pois é menino para lutar ferozmente contra o sono!). A ilustração é belíssima, tendo já conquistado o Prémio Melhor Livro Ilustrado do New York Times.

---------------------------------------------------------------------------------------------------

ISMAIL, Yasmeen

Hora de deitar, Baltasar! / Yasmeen Ismail. - Amadora: Booksmile, 2017. - [30] p. : il.

Literatura infantil

821.111(417)-34

ISBN: 9789898855428

COTA: 8 ISM

----------------------------------------------------------------------------------------------------

Saturday, December 30, 2017

Leituras de 2017

O primeiro trimestre, no qual li absolutamente nada, escangalhou-me o desafio do Goodreads. Esperemos que o próximo ano traga mais leituras! Feliz 2018 para todos!


Saturday, December 2, 2017

Wattpad

Bom, tenho lido tanto livro com origem na ferramenta online wattpad, que não resisti a dar uma espreitadela. E vai não vai, criei um perfil e publiquei os 11 mini contos que escrevi numa fase muito específica da minha vida, na qual me sentia bastante desanimada com a minha vida profissional.

Aqui fica o link, para quem quiser ler:


Tenho para mim que muitas outras histórias vão nascer aqui!

Friday, November 24, 2017

Ready player one = Jogador 1 / Ernest Cline

Sinopse:

Em 2044 o mundo tornou-se um lugar triste, devastado por conflitos, escassez de recursos, fome, pobreza e doenças.

Wade Watts só se sente feliz na realidade virtual conhecida como OASIS, onde pode viver, jogar e apaixonar-se sem constrangimentos.

Quando o criador do OASIS morre, deixa a sua imensa fortuna e o controlo da realidade virtual a quem conseguir resolver os enigmas que aí escondeu. Os utilizadores têm apenas como pistas a cultura pop dos anos 1980.

Começa assim uma frenética e perigosa caça ao tesouro. Nos primeiros anos, milhares de jogadores tentam solucionar o enigma inicial sem sucesso. Até que Wade por acaso desvenda a primeira chave.

De um momento para o outro, vê-se numa corrida desesperada para vencer o prémio, uma corrida que rapidamente continua no mundo real e que põe em risco a sua vida.

Opinião:

Embora o futuro distópico esteja bem construído, acho que faltou magia na forma de escrever, pois nunca senti grande emoção à medida que a acção decorria (daí as 3 estrelas em vez das 4 que poderia ter dado). Tendo nascido em 1980, não apanhei todas as referências à década, mas ainda assim, as reconhecidas fizeram-me regressar ao passado e deram-me vontade de rever alguns clássicos. Penso que dará uma belíssima adaptação ao cinema, sobretudo pelas mãos mágicas do Spielberg (todo o enredo é a cara dele)! Aguardo com ansiedade!